breaking news

Eleições… eleições ! (Parte 1)

Outubro 9th, 2009 | by Odv

No rescaldo das eleições legislativas tivemos o arranque final para as Autárquicas do próximo dia 11.
Alguma atenção devem merecer os resultados destas eleições para constituição de um novo Parlamento.
Vejamos as grandes linhas de força da campanha e da votação nacional:

1 – Em primeiro lugar há que dar os parabéns a todos os Chefes de Fila dos partidos concorrentes. Nunca umas eleições foram tão individualizadas nos chefes partidários como estas. Ferreira Leite, José Sócrates, Francisco Louçã, e Paulo Portas estiveram sozinhos, mais do que nunca. Deste isolamento salvou-se Jerónimo de Sousa (como não podia deixar de ser). Estes resultados eleitorais são um plebiscito a estas individualidades. Eles arcaram sós com o esforço completo da campanha e apenas nos últimos dias apareceram algumas ajudas.

2 – Em 2º lugar o povo português indicou, não deixando qualquer dúvida, que prefere a asfixia democrática do Continente à liberdade democrática da Madeira, tal como indicou também que dispensa qualquer intervalo na Democracia.

3 – Em 3º lugar os resultados mostram ainda que não convém meter os pés a uma estrada, quem não sabe que a estrada não está alcatifada. Quando Manuela Ferreira Leite confessou que “se soubesse que era assim não me metia nisto…” assinou uma sentença, tal como a colagem ao Presidente da República (que não fez nada para a evitar) funcionaria muito bem… não fossem os habituais tabus presidenciais.

4 – A tomada de posse, em exclusivo, da “verdade” também não funcionou bem, como era de esperar. Quem se apodera da verdade e a põe ao serviço de quem tem mostrado não saber o que isso é só pode esperar um tiro pela culatra.

5 – No caso CDU, o fenómeno Jerónimo não foi suficiente para evitar a queda da coligação. Passou para o último lugar do ranking político. Segundo os comunistas mesmo assim ganharam, o que se nos afigura extraordinário. É uma forma curiosa de entender as pontuações versus lugar na classificação. No futebol, como na política, um primeiro com 20 pontos é campeão e um último mesmo com 30 pontos… vai para a 2ª divisão !

6 – “Um Presidente e seus tabus” poderia ser um bom título para uma ficção. Não é. Quanto muito pode ser o título de uma notícia verdadeira publicada em qualquer órgão de comunicação social português. Cavaco Silva resolveu fazer uma comunicação ao país. É suposto um Presidente falar ao país de coisas importantes para o país. Ou pelo menos de algum acontecimento de facto, que aconteça ou tenha acontecido. Afinal Cavaco Silva resolveu recuperar o belo estilo discursivo do seu antecessor Américo Rodrigues de Deus Tomás e vir a público falar dos seus pensamentos e hesitações mais intimas. Um verdadeiro “tesourinho deprimente” à moda dos “Gato…” ou um discurso digno da “história dos piriquitos”. Alguém se lembra ?

7 – O Partido Socialista parece ter acordado de um pesadelo.
Terá sido um acordar sobressaltado mas ainda assim José Sócrates conseguiu salvar a honra do convento.
Quem vê tudo perdido e no fim consegue salvar metade da casa…
respira de alívio. A equipa… a equipa tem que levar uma volta, e grande, se quiser governar os 4 anos.
Esperamos que não teime ao ponto de querer manter casos perdidos como o Ministro das Obras Públicas, o da Agricultura ou o da Justiça… entre outros (o inefável Ministro Santos Silva bem pode ir pregar para outros
desertos).
No final o PS lá se safou valendo-se dos disparates da sua oposição

8- Os extremos, CDS/PP e BE, cresceram a sério, como sempre acontece quando o voto deixa de ser um voto
ideológico e passa a ser um voto de oportunidade, de raiva ou de vingança. E há muitos portugueses a
quererem demonstrar a sua insatisfação para com o Primeiro Ministro.

9 – Nas promessas eleitorais de última hora ficámos fortemente surpreendidos com a adesão formal de todos
(todos) os candidatos ao projeto do Governo que serviu de chacota também a toda (toda) a oposição durante
o último ano. Falamos do entusiasmo com que todos (todos) prometeram continuar o projeto “Magalhães”.
Há cada sapo mais tecnológico para engolir…
10 – Uma última nota sobre este tema nacional. O MRPP finalmente vai ter direito a subsídio estatal. Atingiu
os mínimos. Nós pagamos, gostamos de nos auto-flagelar…

Assim se fez mais um tempo de eleições nacionais.
Assim constatamos mais uma coleção de promessas, de mentiras, de desmentidos, de alcoviteirices…
Assim ficámos mais longe das soluções !

Entretanto temos agora as Autárquicas a bater à porta. É já ali, como diria qualquer alentejano que se
preze.
Neste “é já ali”, em Odivelas a confusão é total.
Informações e contra-informações, assaltos a sério e a brincar, ofensas pessoais e verdades duras de ouvir,
impugnações e acusações… é o vale tudo !
Sem tibiezas, sem vergonha… sem maneiras. É um espetáculo triste.
Neste momento há apenas uma verdade que “parece” não enganar ninguém. É que a CDU vai sair sempre a
ganhar !
E não é pelo facto de o PCP/CDU ser a única força política que conseguiu não perder em nenhuma das
eleições democráticas que se realizaram em Portugal… Desta vez a questão é outra. É que quer ganhe a
Câmara, quer não, será pela CDU que irá passar qualquer parceria (inevitável) de governação da
C.M.Odivelas. Estará sempre no poder da Câmara.
Alguém terá de engolir alguma coisa, sejam gatos, sejam ratos… (só para variar do menu dos sapos !)

Na 2ª feira (12) veremos se temos razão.

Odivelas, 09/10/2009
(Odivelas.com)

Comments are closed.