breaking news

Trigache Norte, Famões, Odivelas – Lixeira a Céu Aberto Junto a Parque Infantil [Vídeo]

Setembro 4th, 2010 | by Antonio Tavares

No Rossio do Trigache Norte, Freguesia de Famões em Odivelas, era assustador o completo estado de imundice que rodeava o terminal da Rodoviária junto a 2 caixotes do lixo, inicialmente reservados para a Junta de Freguesia, paredes meias com um Parque Infantil, quando a nossa reportagem esteve no local no passado dia 1 de Setembro/10.

A situação, segundo os populares, mantém-se de há longo tempo para cá e o cheiro e os animais que entretanto vão frequentando o local em busca de comida, fazem desta lixeira a céu aberto um perigo para a saúde pública com a constante passagem de pessoas que descendo na paragem da Rodoviária são obrigadas a conviver com o lixo espalhado pelo chão. Mesmo ao lado como é visível nas imagens um Parque Infantil.

Ouvimos o Executivo da Junta de Freguesia de Famões, na pessoa do seu Presidente, António Rodrigues e, o que nos foi dito pelo mesmo é que em relação aos caixotes em causa, já foi por diversas vezes solicitado aos SMAS de Loures a sua remoção do local tanto mais que, o bairro envolvente é servido por caixotes do lixo individuais.

Segundo António Rodrigues, já por diversas vezes o local foi limpo mas não dura muito a limpeza porque, pouco depois, voltam novamente a enchê-lo de sacos de lixo. Aliás o Presidente da Junta de Freguesia de Famões declarou que, aos SMAS de Loures já solicitou que estes e outros Caixotes fossem retirados dos locais actuais e colocados nos Bairros da Silveira e S.Sebastião onde por não haver ainda caixotes individuais se faz sentir sobremaneira a sua falta.

Ao que soubemos os sacos de lixo depositados no local vêm sobretudo de outras freguesias e de outros Concelhos como o da Amadora e são depositados no local aquando da passagem.

 Os SMAS de Loures têm mais uma vez nota negativa pela sua acção no Concelho de Odivelas.

Água, Monos e Lixo, 3 Serviços, 3 Notas Negativas…

Até quando pergunta o leitor?

Até quando Você quiser.

António Tavares

Comments are closed.