breaking news

Sessão Solene da Assembleia Comemorativa do Aniversário da Freguesia de Caneças

Setembro 13th, 2010 | by Luis F. Silva

Decorreu este sábado, em Caneças, no salão da Sociedade Musical e Desportiva de Caneças, a Sessão Solene Comemorativa dos Aniversários da freguesia. Comemoraram-se os 95 anos da criação da freguesia e os 19 da sua elevação à qualidade de vila.

No inicio assistiu-se à brilhante actuação da Banda da Sociedade Musical e Desportiva de Caneças, dirigida pelo Maestro Carlos Gomes, que acabou aplaudida de pé por todos os presentes. Há futuro naquela banda, que estreou nesta ocasião mais dois jovens músicos : a Filipa e o Daniel.

De seguida discursou João Azeitona, Presidente da Assembleia de Freguesia de Caneças, que alertou para as “bandeiras da liberdade, da responsabilidade e da ética política. Recordando os problemas criados pela exclusão social e para as dificuldades por que passam os mais idosos enalteceu a capacidade empreendedora dos funcionários da Junta de Freguesia, concluindo que, pensar o desenvolvimento estratégico da freguesia é uma missão supra-partidária. “É preciso assumir Caneças como a capital saloia, uma vila de tradições e valores”, apontando claramente a aposta no caminho do Turismo.

Laurinda Cardoso (CDS), sabendo das “dificuldades orçamentais do Município e da Junta”, recomendou “mais cautela e rigor na aplicação dos dinheiros públicos” e elegeu as constantes faltas de água e luz, a recuperação dos passeios degradados e a revitalização do comércio local, como tarefas prioritárias a resolver na freguesia.

Maria de Fátima Santos (PSD) apontou a riqueza do capital humano e vivência associativa como bens preciosos da freguesia. Uma freguesia que “quer pertencer, de facto, a esse Concelho que se diz de oportunidades”, considerando que a freguesia está abandonada e com o seu património esquecido.

Rui Caldas (PS) reconheceu que o momento é de particular dificuldade, na medida em que há “obstáculos que dificultam a acção de quem tem o trabalho de gerir a freguesia”, que precisa de mais instalações e equipamentos de apoio aos idosos, não esquecendo a necessidade de mais equipamentos de lazer, desporto e saúde, bem como mais espaços verdes. “Compete a todos, nomeadamente ao PS, manter os compromissos eleitorais”, acrescentou para concluir que Caneças “é uma das melhores freguesias para se viver e trabalhar.”

Fernanda Cardita (CDU), recordou que a freguesia é conhecida pelas suas tradições, as fontes, os aquedutos, os aguadeiros e viveiristas, as antas e considerou que Portugal está mais desigual, mais injusto e menos democrático, face à degradação das condições de vida dos portugueses, o que acaba por se reflectir na freguesia. Reclamou a construção dos equipamentos necessários ao desenvolvimento da freguesia, entre os quais destacou a Escola do Ensino Básico, o Pavilhão Gimnodesportivo dos Campos de Caneças, a substituição da rede de água, a requalificação do centro da vila, a construção das variantes Norte e Sul e o fim dos esgotos a céu aberto.

Armindo Fernandes, Presidente da Junta de Freguesia de Caneças começou por afirmar que o momento festivo dispensava discursos fatalistas, mas não deixou de reclamar a construção de equipamentos, há muito prometidos e que tardam a ver a luz do dia, apontando a falta de saneamento digno no centro da vila e voltou a pedir à Câmara Municipal uma tomada de posição firme em relação aos SMAS.

 

Finalmente a Presidente da Câmara Municipal de Odivelas, Drª Susana Amador, referiu que o Município nunca abandonou, nem abandonará Caneças. Reconheceu haver ainda muitos sonhos por cumprir, que face às dificuldades dos tempos em que vivemos ainda não foram concretizados.”Somos um País, um Povo e um Concelho de empreendedores”, sendo preciso identificar prioridades, visto que as necessidades são mais do que os recursos disponíveis. O destino túristico é o destino natural de Caneças, dando como exemplo o Festival da Sopa, um evento marcante na região e que poderá crescer em breve, para uma dimensão nacional, representando por si só um exemplo de uma parceria feliz entre a Câmara e a Junta.

A Dr.ª Susana Amador, procedeu ainda à entrega de um cheque no valor de 50 mil euros, a segunda “tranche” de um apoio de 100 mil euros, destinados às obras da Sede da Junta de Freguesia de Caneças, recordou algumas obras recentemente efectuadas pelo Município na freguesia e anunciou para breve a inauguração da futura Casa da Juventude e Biblioteca da freguesia.

No final da cerimónia foram distinguidos com o Diploma e Medalha de Dedicação e Mérito Desportivo as equipas de juvenis e infantis da SMD de Caneças, representadas por Carlos Diogo e Carlos Carvalho, bem como os atletas Ana Margarida Pires e Rui Filipe Pinto, ambos da Associação do Casal Novo e ambos também, vice-campeões nacionais de taekwondo nas suas categorias.

Com a Medalha de Honra da freguesia foram agraciados a Clínica de Caneças, representada pelo Dr. Policarpo Pinto, a Pastelaria Flor de Caneças, representada pelo seu proprietário José Santos Vilareto, Carvalho & Lemos, representada por Alexandra Dinis Carvalho, bem como Francisco Cardoso (Pataias) pela sua ligação ao desporto e à SDMC, o Prof. Júlio Fernandes Franco pela sua actividade na formação dos novos canecenses e Raul da Costa Fernandes, que se distinguiu pela sua entrega à causa desportiva, social e autárquica, um exemplo de luta e persistência, naquele que acabou por ser o momento mais sentido deste acto oficial.  

Curiosamente, ou talvez não, a reportagem da Odivelas.com acabou por constatar que, enquanto decorria esta Sessão Solene, estava mais uma vez, interrompido o abastecimento de água em Caneças.

Luis Filipe Silva

Comments are closed.