breaking news

A Razão das Caixas de Correio pessoais para Os Deputados Municipais

Dezembro 23rd, 2010 | by Odv

Há algum tempo atrás assisti a uma troca de palavras sobre as caixas de correio que alguns Deputados Municipais pretendiam que fossem divulgadas publicamente para contactos dos Munícipes. Diziam os Deputados que tinham requerido que fossem usadas as suas próprias caixas de correio e não as caixas de correio sob o domínio @cm-odivelas.pt.

Não comentando a polémica surgida, adiantaria que os Deputados Municipais têm toda a razão em solicitar que sejam divulgados pelo Município as suas caixas de correio pessoais, isto porque os mesmos Deputados não controlam todas as práticas, filtros e regras aplicadas no servidor de correio do Município.

Quero eu dizer que todas as mensagens que chegam a um servidor de correio podem ser sujeitas a condições e perante essas condições podem ser executados procedimentos.

Ora, e a título de exemplo, suponhamos que um Munícipe envia a um Deputado Municipal um E-Mail com um conjunto de 12 links. Suponhamos ainda que o Servidor de Correio tem uma regra que elimina, considerando spam, todas as mensagens que contenham mais de 10 links no corpo da mensagem. O Deputado Municipal não irá nunca receber essa mensagem.

Os exemplos de situações possíveis de mensagens eliminadas pelo servidor de correio poderiam ser dezenas e será raro encontrar um servidor de correio que não tenha regras para eliminar mensagens. Além das regras que os administradores dos servidores de correio introduzem acresce ainda que os programas de correio estão sempre ligados a serviços que detectam e obstruem a entrada de mensagens vindas de determinadas origens que são consideradas SPAM.

Ora fica bem claro que ninguém pode garantir que uma mensagem enviada por um Munícipe é entregue a um Deputado Municipal até porque as regras do Servidor de Correio do Município não são públicas nem são públicos os servidores de SPAM – Listas Negras, usados, que obstruem a entrada de mensagens vindas de determinadas origens.    

Assim fica no ar a seguinte questão:

– Pode o Município assumir perante os Cidadãos e perante os Deputados a responsabilidade de não entregar todas as mensagens de correio dirigidas aos Eleitos?  

António Tavares

Comments are closed.