breaking news

Federação Portuguesa de Futebol – ESTATUTOS APROVADOS na generalidade

Março 20th, 2011 | by Luis F. Silva

Os novos Estatutos da Federação Portuguesa de Futebol foram aprovados na generalidade, mas 29 meses depois, falta a provação na especialidade.

Três artigos acabaram mesmo chumbados. O 24º que respeita aos Orgãos da Federação, o 35º, que define a composição da Assembleia Geral e o 37º, que determina o número de delegados e votos.

Entre ameaças de impugnação e atrasos mais que muitos até se discutiu uma vírgula, mas mesmo assim conseguiu aprovar-se a limitação de mandatos. Nenhum titular  pode exercer mais que três mandatos seguidos no mesmo órgão da Federação.

Mesmo assim os novos Estatutos foram aprovados na generalidade com 384 votos a favor e 91 contra, o que representa uma percentagem de 80,8%, suficiente portanto. Para que se chegasse aqui, foi fundamental a mudança de voto das Associações de Castelo Branco, Évora, Coimbra e Portalegre,

o que levou as associações que se mantiveram fiéis ao chumbo de as responsabilizar por terem feito deste assunto, um processo de “cambalhotas”.

Do lado do não mantiveram-se as Associações do Porto, Leiria, Viana, Guarda, Angra, Horta e Bragança, além da Associação dos Enfermeiros e Massagistas. A Associação de Futebol de Braga abandonou os trabalhos antes da votação.

Gilberto Madaíl já comunicou as decisões à FIFA e à UEFA e considera que as alterações são “ultrapassáveis” e que poderá estar tudo resolvido até 2 de Abril.

Luís Filipe Silva

Comments are closed.