breaking news

ODIVELAS – Casa do pintor António Lino consumida pelas chamas [Video]

Maio 12th, 2011 | by Miguel Durão

Um incêndio, de causas ainda desconhecidas, causou na tarde de quarta-feira, 11 de Maio, a destruição da casa do pintor António Lino Veiga Ferreira Pedras, situada em Odivelas, bem próximo da Câmara Municipal.

Apesar de estar devoluta, não foi a primeira vez que a habitação foi palco das chamas. Com parte do espólio retirado há algum tempo, segundo informação de um vereador municipal, e protegido em instalações do município, não é de descartar que vários trabalhos em azulejos, tenham sido pasto das chamas.

No combate às chamas estiveram três viaturas dos Bombeiros Voluntários de Odivelas.

António Lino Veiga Ferreira Pedras nasceu em Guimarães em 1914.

Terminou o curso superior de Pintura na E.S.B.A.P. com 19 valores em 1945.
Estudou tapeçaria em França, Espanha, Bélgica, Alemanha, mosaico em Florença, Ravena e Veneza.

Entre outros trabalhos colaborou com cartões para grandes composições musivas com a vida do Infante D. Henrique com os grupos que foram qualificados em 2.º e 3.º lugar no concurso para o Monumento de Sagres.
Foi sócio fundador do movimento da renovação da Arte Religiosa e Director de um Seminário Nacionalista de Guimarães.
António Lino distinguiu-se acima de tudo no mosaico e no vitral, sendo notáveis os vitrais que executou para o Paço dos Duques de Bragança , em Guimarães. Também na tapeçaria deixou excelentes trabalhos entre os quais uma alegoria de Lisboa, propriedade da Câmara Municipal.

Tem obra em vitral em Igrejas, Palácios da Justiça, Câmaras Municipais, Palácios Nacionais e casas particulares em Portugal e no estrangeiro nomeadamente na Basílica de Nazareth – Terra santa, Damasco – Síria.
António Lino Veiga Ferreira Pedras faleceu em 1996.

Miguel Durão

 

One Comment

  1. Campista says:

    Mais um incêndio a porta da Câmara , porque não a recuperação deste imóvel ?