breaking news

ODIVELAS/FAMÕES – “Manuel Nunes & Fernandes II Cash & Carry” fecha portas e coloca cerca de 500 trabalhadores no desemprego

Setembro 1st, 2011 | by Miguel Durão

Uma das mais conceituadas empresas no sector da distribuição alimentar, localizada no concelho de Odivelas, mais concretamente em Famões, fechou portas e aguarda a declaração de Insolvência pelo Tribunal, com a respectiva nomeação de um Administrador de Insolvência.

Assim, o Grupo Manuel Nunes Cash&Carry, acaba de “mandar” para a rua, com esta medida, cerca de 500  trabalhadores (1), justificando esta acção com o insucesso do Plano de Restruturação, elaborado pela própria empresa e a fraca actividade neste ramo, mas não fechando as portas a um possível retorno: “Apesar da forte redução de custos de estrutura e dos inúmeros esforços desenvolvidos nesse sentido, junto dos seus vários parceiros e entidades, nomeadamente no âmbito da Banca, Fundos de Investimento e Recuperação e junto dos vários organismos estatais ligados à Economia, bem como um longo caminho de tentativa de alienação de património com o objectivo de reforço de tesouraria, não foi possível até à data operacionalizar o referido Plano. Uma vez que a actividade é neste momento diminuta e que não gera os fundos necessários para a empresa fazer face a todos os seus compromissos financeiros, a sua já frágil situação tem vindo a agravar-se, pelo que nesta data a empresa decidiu que terá que percorrer o caminho da Insolvência, de forma a inclusive tentar viabilizar a sua Recuperação. Assim, é com um grande sentimento de tristeza, mas também de responsabilidade, que a empresa se encontra neste momento a aguardar a declaração de Insolvência pelo Tribunal, e a nomeação do respectivo Administrador de Insolvência, tendo como principal objectivo a actual Administração colaborar activamente junto do mesmo na implementação do seu Plano de Recuperação, sustentabilizando a sua permanência no mercado”, lê-se no comunicado enviado à redacção da OdivelasTv.

Em 2010, o Grupo “Manuel Nunes & Fernandes II Cash & Carry” tinha ao seu serviço cerca de 743 colaboradores e obteve um resultado na ordem dos 145 milhões de euros, muito aquém do verificado em anos anteriores.

A reportagem da OdivelasTv esteve no local e pretendeu recolher depoimentos de trabalhadores que, na manhã de 1 de Setembro, estavam localizados nas imediações da empresa, mas nenhum se mostrou disponível para falar, assim como o Gerente Comercial do Grupo, Luis Rebelo, que nos remeteu para um comunicado, aqui reproduzido parcialmente.

Veja comunicado em formato pdf»

Miguel Durão

(1)Em Portugal a empresa conta actualmente com oito unidades grossistas, sob a insígnia Manuel Nunes – Cash & Carry, localizadas em Lisboa, Odivelas, Cacém, Corroios, Montijo, St. André, Coimbra e Fundão, empregando directamente mais de 500 colaboradores altamente qualificados e amplamente motivados” in site www.manuelnunes.pt

Comments are closed.