breaking news

Andebol – Sportivo Loures 21 – Bairro Janeiro 26 [Video]

Novembro 23rd, 2011 | by Odv

Jogo do escalão de juvenis masculinos, entre as equipas do Grupo Sportivo de Loures e Grupo Recreativo do Bairro Janeiro, da cidade da Amadora, realizado no pavilhão da escola António Feliciano Bastos em Loures.

Na equipa inical do Loures, treinada por Valery Tsiunchyk, na baliza Diogo Rafael, Marco André, Daniel Costa, Alexandre Tiountchik, Ricardo Queirós, Rafael Duarte e Bruno Monteiro.

Por parte da equipa orientada António Batista, o “set” inicial foi; na baliza Júlio Fernandes, João Reis, Bruno Vicente, Marco Ribeiro, João Fernandes, André Mendonça e Diogo Torres.

Uma primeira parte muito bem jogada, com equilibrio no marcador, e que ia alternado a equipa  que o comandava, e que chegaria ao final da primeira parte com 13-15, favorável à equipa que veio da Amadora.

A segunda parte foi mais “discutida” fora do rectangulo de jogo, com faltas técnicas assinaladas por parte da mesa, e que este clima acabou por ser “transmitido” para dentro de campo, e por isso mesmo menos interessante, e que foi “discutida” muito mais fisicamente, do que técnicamente como na primeira parte.

Assim no final  a equipa do Sportivo de Loures perdia o jogo com o marcador a registar 21-26.

Nota positiva para os dois guarda-redes, pois não se registaram mais golos por muitas intervenções a remates dos 6 ou 9 metros.

Nota negativa, e mais uma vez, para a falta de arbitros oficiais.

É algo que tanto a Associação como a Federação de Andebol, precisam de rever rápidamente, pois muitas das vezes em que comparecem árbitros oficiais, esta “equipa” é apenas composta por um elemento, e desta forma, pode aqui  começar a ser desvirtuada a  “verdade desportiva”!

João Farinha

3 Comments

  1. tol says:

    Caro Sr. Luis Filipe Silva

    Desde ja peço desculpa se fui mal interpretado na minha observação ao “jornalista” que fez os comentários ao jogo, porque não era minha intenção “botar abaixo” nem “enxovalhar” quem quer que fosse da vossa Tv. Apenas achei piada ao comentário da “falta de ausência”. Compreendo perfeitamente as vossas dificuldades e a força de vontade de que dispõem para levarem esse canal a bom porto. Eu próprio tambem “cá” ando nas mesmas condições que os Srs. Continuem o bom serviço que têm prestado, que eu tentarei tambem fazê-lo.

    Cumprimentos

  2. tol says:

    “falta de ausência”? resultado repartido na primeira parte?(por apenas uma vez o loures esteve a ganhar durante todo o jogo, 5-4) belo comentador…enfim… quanto ao treinador do loures, antes de falar mal do arbitro da equipa adversaria ( a equipa da casa tambem teve um arbitro e se nao apitou mais, é porque esteve de acordo com as decisões do outro arbitro), deveria ensinar aos seus atletas a comportarem-se devidamente em relaçao as regras de andebol. Agarrar, puxar, passar rasteiras ao adversaário, ja ha muito tempo que nao sao permitidas pelas leis de jogo ( se é que alguma vez o foram, so tenho experiencia das regras de ha 31 anos para cá…). Vindo esse senhor do país que veio, deveria perceber um pouco mais de andebol e nao desculpar-se porque os arbitros nao compareceram.

    • Odivelas.com says:

      Caro Sr. Tol ( permita-me dirigir-me assim, mas foi, de facto, assim que se apresentou )

      Quero dizer-lhe, como responsável pelo desporto da Odivelas.com, que não gostei da apreciação que fez do jornalista que foi destacado para o serviço e que o editou.
      Não me pronuncio sobre as apreciações que faz, sobre o que disse o treinador do Loures, porque trabalho num orgao de comunicação social livre e que quero sempre livre e onde nunca ninguém será inibido de dar a sua opinião, desde que educada e justificadamente. Quando assim não for, estarei fora…

      Não posso, de forma alguma, aceitar as apreciações que faz ao jornalista.

      Talvez não saiba, que mantemos este projecto de uma forma perfeitamente voluntária e sem qualquer incentivo material e que ninguém faz na Grande Lisboa aquilo que fazemos.
      Talvez não saiba, que o fazemos, quando mais ninguém o faz e nem calcula o que isso custa do nosso tempo e do convívio com as nossas famílias, apesar de não nos considerarmos propriamente amadores, até porque estamos na área e somos profissionais da área, embora nenhum de nós seja remunerado neste projecto, As criticas positivas são sempre benvindas, ajudam-nos a crescer…”Botar abaixo”, só porque “dá gozo enxovalhar” é dar tiros nos pés. Se gosta mesmo da modalidade, devia agradecer a quem, fora do seu horário laboral, divulga aquilo que se passa em Odivelas de uma forma graciosa e empenhada. Se não gosta de desporto, se é mais pelo resultado e acha que o culpado dos desaires da sua equipa é sempre o jornalista, lamentamos…É preciso gente que ame e divulgue o desporto por aquilo que ele é. E é aí que estamos….

      O jornalista em questão, sempre teve e continuará a ter a minha inteira confiança.

      Cumprimentos.

      Luis Filipe Silva
      (Responsável pela informação desportiva na odivelas.com)