breaking news

Odivelas – A Presidente Susana Amador avisa que pode deixar de pagar as Refeições às Crianças nas Escolas e Contrato de 150.000 euros de serviços jurídicos aprovado (atualizada 26-04-2012)[vídeo]

Abril 25th, 2012 | by Antonio Tavares

Foi em clima conturbado que decorreu a Assembleia Municipal de Odivelas (AMO) do passado dia 19 de Abril .

Numa AMO em que António Ramos do PS fez história, declarando que as Autarquias não conseguem colocar os equipamentos públicos à disposição da população como deve ser, a propósito de um concurso para entregar aos privados um campo de ténis, o nosso destaque neste vídeo em anexo para 2 tempos desta Assembleia:

  •  Susana Amador avisou que o Município pode deixar de pagar as Refeições às Crianças na Escola a qualquer momento.
  • A Presidente apresentou uma proposta que veio a ser aprovada, com retroativos a contar de Janeiro para uma nova aquisição de Serviços Jurídicos no valor de 150.000 euros (Segundo a Oposição o valor dos Serviços Jurídicos Externos, antes deste, já tinham ultrapassado os 700.000 euros). De notar que apenas a CDU e o CDS/PP participaram na discussão do ponto referente à contratação deste Serviços Jurídicos de 150.000 euros porque as outras bancadas preferiram votar de imediato para acabarem rapidamente o ponto e terminarem a sessão da Assembleia Municipal.

O filme em anexo além das intervenções da Presidente Susana Amador contém a intervenção de Miguel Xara-Brasil do CDS/PP e Lúcia Lemos da CDU. 

Outra nota Importante para a informação da senhora Presidente Susana Amador de que os 40 juristas que trabalham no Município representam apenas 3% dos Funcionários totais, que são cerca de 1400, concluindo assim que se existe uma categoria deficitária neste Município é claramente a dos Juristas… Não estou a brincar, a senhora Presidente disse mesmo isto e podem ouvir no vídeo em anexo!

Já estou mesmo a ver dentro desta lógica que os Vereadores são apenas 11 e têm de se “contratar” mais porque são uma categoria deficitária neste Município.

[noticia atualizada 25-04-2012]

Esclarecimento enviado em 26-04-2012 pelo líder de Bancada do PSD, Luís Salmonete:

Relativamente à reportagem por vós efetuada quando da última Assembleia Municipal, cujo texto é o seguinte:

“De notar que apenas a CDU e o CDS/PP participaram na discussão do ponto referente à contratação deste Serviços Jurídicos de 150.000 euros porque as outras bancadas preferiram votar de imediato para acabarem rapidamente o ponto e terminarem a sessão da Assembleia Municipal”.

Pretendo, enquanto líder da bancada do PSD na Assembleia Municipal de Odivelas, repor a verdade dos factos.

Após a longa intervenção da deputada Lúcia Lemos da CDU, na qual são proferidas algumas situações concretas de serviços de avenças na câmara, pretendi intervir no referido ponto mas fui impedido pela bancada da CDU com o argumento (que não contesto) de que o tempo regimental máximo atribuído para as assembleias municipais é de 4 horas.

Sendo verdade o atrás mencionado, também é verdade de que nunca ficou um ponto a meio da discussão (a não ser o ponto 1) sem ter sido concluído e depois encerrada a assembleia.

Tendo na assembleia, como líder de bancada, chamado a atenção para este facto, a bancada na CDU não foi sensível e quis terminar imediatamente o ponto sem a votação do mesmo, o que não tinha qualquer lógica e contraria praticas anteriores, pois haveria certamente mais intervenções de resposta à senhora deputada.

Não é pois verdade que as outras bancadas preferiram votar imediatamente, pois o requerimento para a votação imediata só surgiu face à intransigência da CDU em querer terminar imediatamente a assembleia e continuar na próxima, o que seria impossível, pois, já está convocada com o ponto 1 e a prestação de contas.

Agradecia a reposição da verdade.

Cumprimentos

Luís Salmonete

[noticia atualizada 26-04-2012]

 

Comments are closed.