breaking news

Odivelas – Corrupção disse Ele. José Fontinha da Augi do Vale Grande [vídeo]

Novembro 1st, 2012 | by Odv

Em Odivelas, nas Reuniões de Câmara, há muito que não se assistia a declarações tão graves.

José Fontinha da Augi do Vale Grande interveio no período reservado ao público focando a sua intervenção nas legalizações das casas do seu bairro.

José Fontinha começou por pedir para que a Câmara averigue a fundo a situação afirmando que 30 a 40% dos projetos são feitos por técnicos da Câmara.

Disse mais à frente José Fontinha: “Toda a gente tem medo de falar, todas as Augis têm medo de falar e alguém tinha que dar a cara e, mais uma vez estou a ver que tenho de ser eu”.

“Temos casos de problemas e chega ali um técnico e tira uma fotografia, quando são projetos feitos por técnicos da Câmara tiram uma fotografia à parte mais bonita da casa e está resolvido. Recebe licença de utilização passa à frente e acabou-se o problema para essas pessoas. O problema é o vizinho do lado que tem a casa igual mas que foi outra pessoa a fazer o projeto, outro técnico”.

E no auge da sua intervenção José Fontinha foi perentório: “Eu na minha terra acho que isto se chama corrupção”.

O Vereador Paulo César Teixeira pediu certidão da ata relativamente às declarações do Sr. José Fontinha para enviar para o Ministério Público uma vez que, segundo Paulo César, o Sr. Fontinha fez acusações muito graves.

O Vereador Hernâni Carvalho interveio para, nomeadamente, alertar o Vereador Paulo César para o facto do pedido da certidão da ata não demitir Paulo César da instauração de um processo de averiguações para apuramento de responsabilidades.

Reunião de Câmara de Odivelas em 31/Outubro de 2012

3 Comments

  1. Rui says:

    Nada de novo, só não vê quem não quer, a situação “migrou” de Loures para Odivelas, quando foi criado o munícipio ! Afinal de contas, o bom e velho hábito de Português, desenrrascou-se… o vizinho do lado que se desenrrasque também ! O País inteiro está mergulhado nisto, o sistema funciona assim e como vamos resolver ou acabar com isto ? Só acabando com tudo e com todos os cargos públicos e começar tudo de novo, com nova legislação, mais simples, legível e entendível ao comum dos cidadãos e penas exemplares para quem pratica esses e outros actos lesivos do bom funcionamento e das necessidades da população em geral. Capacitar Juízes para aplicar a lei da mesma forma e não deixar dúvidas quando em 2 casos iguais, 2 juízes diferentes, fazem interpretação diferente da mesma lei e aplicam penas diferentes, ou em alguns casos, um é absolvido e outro condenado, enfim muito mais haveria aqui para dizer, mas o Povo e os políticos gostam de viver em “democracia” então temos aqui o resultado de 38 anos de democracia (para alguns) !

  2. rmike says:

    O meu apoio pela coragem deste Sr. ainda que esta denuncia seja uma gota do Oceano que é o poder local.
    No meu caso já me foi cobrada, por exemplo, uma Taxa Municipal de Urbanização sem que a Camara tenha feito nada no local! Todas as infraestruturas foram pagas pelos proprietarios e moradores do Bairro Trigache (AUGI). O PDM de 2005 diz claramente que esta taxa seria devida à Camara como compensação por obras feitas no exterior dos lotes ou operações de reloteamento, mas nada fizeram! O bairro foi entregue com todas as estruturas mas mesmo assim cobraram cerca de 2000€ por lote em media!

    Na Ramada foram retirados Pilaretes, colocados por mim com autorização da Camara, em frente à minha loja mesmo tendo sido impugnado em tribunal o oficio a ameaçar com essa mesma retirada!
    Nada se pode contra o Poder Local. Vale tudo para estes Srs. de Odivelas!
    Afirmar que se trabalha em prol das pessoas como ouvi do vereador Paulo Teixeira é mesmo gozar com quem trabalha e é extorquido todos os anos por esta Câmara !

  3. Pedro says:

    Exmo srº José Fontinha os meus parabéns pela coragem de denuncia a pouca vergonha que alguns técnicos da câmara praticam.
    Mas não se esqueça que são os técnicos da câmara que fazem os projectos mas depois há outro técnico que não pertence a câmara que assina os projectos.
    Espero que consiga provar tudo, pois o que muitas vezes sabemos não conseguimos provar.
    Obrigado