breaking news

Ilídio Ferreira – Grande Entrevista com o Autarca mais Popular em Odivelas.

Dezembro 6th, 2012 | by Antonio Tavares

Em Odivelas, Ilídio Ferreira será sempre um Autarca de Referência.

No passado dia 28 de Novembro, em reunião pública da Câmara Municipal de Odivelas, Ilídio Ferreira apresentou a sua renúncia ao cargo de Vereador Municipal para o qual havia sido eleito em 2009 pela coligação CDU.

Militante do PCP e o Autarca mais respeitado no Concelho de Odivelas, onde reúne simpatias em todos os quadrantes políticos, Ilídio Ferreira é, simplesmente, o Autarca mais Popular e, não fora o seu posicionamento politicamente incorreto na região, não tenho qualquer dúvida que estaríamos na presença de um Presidente de Câmara para três mandatos à frente do Município de Odivelas.

A TVL/Odivelas.com, convidou Ilídio Ferreira para uma conversa nos nossos estúdios e, nessa conversa, Ilídio Ferreira contou-nos o seu percurso de vida. Como chegou da Juventude Agrária Católica ao PCP e como oriundo do Norte, Amarante, se fez GNR Voluntário e passou por Caxias, onde recusou voltar, saindo depois para a vida profissional numa grande petrolífera nacional assumindo sempre na sua vida um posicionamento coerente de lutador pelos direitos e liberdades. Chega a Loures e depois ao recém-criado Concelho de Odivelas e é na Ramada que desenvolve todo um trabalho que lhe veio a granjear a admiração dos seus Concidadãos, trabalho esse, que se irá estender a todo o Concelho de Odivelas quando, no terreno e na Câmara Municipal, como Vereador, assume posições de realce em todos os temas escaldantes da política regional.

Ilídio Ferreira é um exemplo e, apesar do seu abandono do cargo de Vereador, mantém intactas as suas qualidades e a sua popularidade e, não se vislumbra alguém que no seu quadrante e neste Concelho tenha a sua arte, o seu engenho e a sua genuinidade.

Edição: António Tavares

One Comment

  1. JF says:

    Este sempre foi um “problema” do Ilídio, pois sempre acreditou e acredita nas pessoas.
    Eu posso aceitar que sejam entregues os parabéns pelo seu trabalho autárquico e politico, de uma forma pessoal, mas que estes sejam feitos e aceites de uma forma partidária, não consigo entender.
    Criticar conforme se critica o trabalho da presidente de câmara de Odivelas, e depois aceitar os elogios e prendas, é algo para mim politicamente inconcebível.
    Dizer a verdade conforme ela foi dita na assembleia municipal, e depois aceitar elogios e prendas por um partido responsável a par de PSD e CDS, pela situação do pais e do concelho, é algo que mais tarde, o próprio vai reconhecer como algo que não devia ter acontecido, mas que muito sinceramente eu sei, que não vai ser este acto que vai “apagar” todo o trabalho feito no seu partido ou na vida autárquica.
    Agora sim e de uma forma verdadeira, “Até amanhã CAMARADA”!

    João Farinha