breaking news

Odivelas e a Quebra do Acordo com os SMAS – Vereador Carlos Bodião

Março 6th, 2013 | by Antonio Tavares

CBodiasSMAS20130305Na sequência das deliberações da Câmara Municipal e da Assembleia Municipal de Odivelas tem sido muita a polémica à volta da decisão do executivo liderado por Susana Amador de avançar para a Concessão a Privados dos Serviços de Distribuição de Água. Contando com a oposição das Forças Políticas em Odivelas, da Esquerda à Direita, CDS/PP, MPT, PCP/CDU e BE esta é por muitos considerada a Decisão mais importante do Mandato de Susana Amador 2009/2013.

A TVL / Odivelas.com tem procurado ouvir todas as Forças Políticas em Odivelas convidando os dirigentes e responsáveis a tomar posição pública nos nossos Órgãos de Comunicação Social.

De todos os convidados, o Dr. Carlos Bodião, Vereador do PSD, força que mantém um acordo de gestão na Câmara Municipal de Odivelas,  aceitou o nosso Convite e, o filme integral em anexo, traduz, sem formulas interpretativas, a opinião de um homem que tem estado por dentro de todas as reuniões que se têm realizado entre ambos os Municipios de há vários anos a esta parte.

Aqui fica o testemunho do Dr. Carlos Bodião, como diriam alguns – Incontornável, para a compreensão da grande questão Municipal em Odivelas neste mandato autárquico.

Uma entrevista conduzida por Helena Fonseca.

António Tavares

One Comment

  1. Odivelas.com says:

    Comentário que recebemos de Fátima Amaral, lider de bancada da CDU na Assembleia Municipal de Odivelas:

    Vi o programa ontem á noite e quero dizer-vos que:
    1. O Ilidio foi de facto a Elvas aliás era um direito que tinha como vereador e até, se quisermos, ao abrigo do Estatuto da Oposição, tinha esse direito;
    2. Se achou ou não que a empresa funcionava bem é algo que só ele poderá dizer. Eu digo que no negócio da água e nas condições em que as concessões são feitas, não há como funcionarem mal: pelo menos o lucro está sempre garantido e o mercado também!
    3. O exemplo de Setúbal só pode ser ou ignorância do vereador ou má intenção: era o PS que tinha Setúbal e foi Mata Cáceres que concessionou a água e os residuos. Pois a CDU manteve, claro! Esse é o problema: como sair das concessões?
    Fátima Amaral