breaking news

ODIVELAS/RAMADA – Projecto “SerSeguro” sai à rua – ADIADO

Maio 16th, 2013 | by Miguel Durão

ser_seguroEm comunicado da CMO: “Informamos que considerando as previsões atmosféricas para amanhã, dia 18 de maio, a iniciativa
«SerSeguro na Rua» será adiada para o dia 25 de maio, realizando-se entre as 14h e as 19h.”

O projecto “SerSeguro” prepara-se para sair à rua. No sábado, 18 de Maio, a Escola Vasco Santana, na Ramada, recebe a partir das 10h00 um conjunto de actividades que visam sensibilizar os munícipes para a prevenção rodoviária.

Esta iniciativa, aberta à população, conta com a exposição estática de meios da PSP, Bombeiros Voluntários de Odivelas e Serviço Municipal de Protecção Civil, um simulacro de acidente rodoviário, bem como actividades lúdicas abertas à comunidade. Pretende, ainda, contribuir, individual e colectivamente, para uma mobilidade sustentável, através da sensibilização dos cidadãos, neste compromisso entre o Município, as Estruturas Educativas Oficiais e os Agentes da Comunidade Local.

Devolver o espaço público aos peões, em particular aos pequenos munícipes, para que possam crescer e movimentar-se com confiança num território que também lhes pertence, é a opção institucional no âmbito do projecto “SerSeguro” e que se destaca neste evento.

A sinistralidade rodoviária é um problema associado aos comportamentos de risco por parte dos utentes e a escola desempenha um papel central pelo seu carácter pedagógico e dinamizador de experiências formativas. Assim, o projecto “SerSeguro” procura desenvolver, nas crianças e jovens, atitudes, comportamentos e competências necessárias à sua inserção segura no trânsito rodoviário e sensibilizar a comunidade educativa para a importância da prevenção rodoviária.

O projecto “SerSeguro” – Educação Rodoviária no Ensino Básico –  é um projecto municipal iniciado em 2003, que se desenvolve em parceria com os Agrupamentos de Escolas, Associações de Pais e Encarregados de Educação, Forças de Segurança do concelho, Juntas de Freguesia e com o apoio da Rodoviária de Lisboa e da Editora Impala.

Miguel Durão

Comments are closed.