breaking news

ODIVELAS – Centro de Saúde de Odivelas fechou com «bênção» do Município

Junho 5th, 2013 | by Miguel Durão

centro-saudeO fecho da extensão do Centro de Saúde do Bairro Olaio, que funcionava na Rua dos Bombeiros Voluntários, em Odivelas, na passada segunda-feira, 3 de Junho, foi combinado com a Câmara de Odivelas. Quem o diz é uma fonte da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo que, contactada pela Agência Lusa justifica o acto com a “falta de condições das instalações”: “Já há muito tempo que tínhamos percebido que o prédio onde funcionava o centro de saúde não apresentava as mínimas condições de funcionamento. Há uns tempos rebentou uma fossa e houve uma série de inundações e filtrações. Não podia continuar aberta”, explicou.

A transferência dos utentes para a unidade da Ramada foi, assim, combinada com a Câmara de Odivelas. Contudo, outra fonte, desta feita da Câmara de Odivelas, referiu à Lusa que a solução encontrada pela administração regional não era a mais desejável adiantando que “Para a substituição daquele edifício a Câmara de Odivelas sempre defendeu e bateu-se pela construção do Pólo 2 do Centro de Saúde de Odivelas, protocolada pelo Ministério da Saúde em 2009”, apontou.

Na porta das antigas instalações existe apenas um aviso de que os utentes se devem deslocar ao Centro de Saúde da Ramada.

Miguel Durão

One Comment

  1. Cristina Oliveira says:

    Bom dia,

    Deixo aqui a minha indignação pelo encerramento do posto de Saúde do Bairro Olaio sem antes ser construída novas instalações para a população da Cidade de Odivelas que tanto necessita. Mas a maior tristeza é o modo como tratam os munícipes, utentes do Centro quando deixam um simples papel a informar que os médicos foram transferidos para os centros de Saúde da Ramada, Póvoa de Santos Adrião e santo António dos Cavaleiros. Sem nenhuma referência para quais os respetivos médicos de família tinham sido enviados.
    Seria pedir muito um simples papel exposto nos vidros: Dr. X para Centro Y?
    No dia 7 de Junho a minha mãe com 70 anos dirigiu-se um pouco antes à hora marcada e qual o seu espanto encontra o posto encerrado. Teve a sorte de eu estar em casa, termos viatura própria e eu não estar a trabalhar nesse dia. No entanto, depois de vários telefonemas para o ministério de Saúde e de falar com três pessoas, ninguém me sabia informar para onde a médica de família da minha mãe tinha sido transferida. Resolvi deslocar-me à catus na Avenida Abreu Lopes onde finalmente me informaram que a médica estava no Centro da Ramada. Felizmente ainda chegamos a tempo da minha mãe ser consultada, consulta com marcação de meses… Mas isso já é outra história.
    Finalizo e peço desculpa pelo longo desabafo mas seria pedir muito respeitar os utentes do Centro de Saúde de Odivelas no Bairro Olaio? E Aqueles que pela sua idade ou condição física debilitada não têm meios, capacidade, vivem sozinhos? Ficaram sem as consultas, sem saber o fazer, sem informação? Sei que alguns médicos ainda conseguiram avisar alguns dos seus doentes mas não foi feito o suficiente.
    Despeço-me com um apelo a quem de direito o possa fazer. POR FAVOR, pelos mais desfavorecidos, Séniores. Completem a informação. Um simples papel com o nome dos médicos e respetivos postos onde se encontram agora.
    Obrigado
    Cristina Oliveira