breaking news

Odivelas – Sporting oferece “Uma Mão Cheia de Nada” pela utilização do Pavilhão Multiusos. Contrato referente ao Complexo Desportivo do Odivelas FC vai ser revertido.

Setembro 4th, 2013 | by Antonio Tavares

SA_MaoCheiaNadaOdivelas, reunião pública da Câmara Municipal, 28 de Agosto de 2013

Intervenção da Presidente da Câmara Municipal, Susana Amador sobre o ponto da situação relativamente aos protocolos com o Sporting CP pela utilização do pavilhão Multiusos e do Complexo Desportivo do Odivelas FC.

Começando por referir a reunião havida na semana anterior, (19-23Ago), com o Sporting, Susana Amador afirmou que a proposta do clube leonino para a próxima época seria não pagar a mensalidade e, oferecer como contrapartidas, parte da receita das bilheteiras e uma parte não quantificável das receitas televisivas, salientando o Sporting CP que da parte do Município de Loures recebeu a oferta de utilização do pavilhão “Paz e Amizade” a custo zero. Esta proposta do Sporting CP foi classificada pela Presidente Susana Amador como uma abstração e “uma mão cheia de nada”.

Referiu ainda a Presidente Susana Amador que sobre este assunto estaria para breve um comunicado conjunto do Sporting CP e da Municipália o que não veio a acontecer até à data, pelo menos nada chegou à nossa redação o que aliás sendo habitual por parte da Municipália EM nos deixa na dúvida se tal comunicado existe.

Certo é que a Presidente Susana Amador na iminência da rotura do acordo entre a Municipália e o Sporting CP pela utilização do Multiusos, declarou que “Não faltam candidatos à ocupação da Nave 1, nada que seja preocupante”.

Disse ainda Susana Amador que o Sporting CP, desde a tomada de posse da última direção, tem vindo a pagar a respetiva mensalidade acrescida de um valor que perfaz cerca de 12.000 euros/mês para ir amortizando também a divida atual.

Sobre o Complexo Desportivo do Odivelas FC é definitivo que o Sporting CP, segundo Susana Amador, considera inviável qualquer investimento pelo que, em breve, irá à reunião de Câmara e Assembleia Municipal a reversão com a consequente rescisão amigável e a apresentação do projeto futuro que o Executivo Municipal quer implementar.

Comments are closed.