breaking news

CDU – Odivelas, em Conferência de Imprensa, Presta Contas da sua Atividade na Oposição ao Executivo PS de Susana Amador

Janeiro 23rd, 2014 | by Odv

Criticando o que no seu entendimento são as políticas erradas para o Concelho de Odivelas, a CDU – Odivelas, apresentou nesta Conferência de Imprensa, no passado dia 18 de Janeiro, um balanço da sua atividade nestes três primeiros meses de mandato na Oposição, aproveitando também para afirmar publicamente as suas prioridades de Ação.
cdu-confImp20140118

Num documento extenso que foi apresentado e lido à Comunicação Social (1), a CDU – Odivelas centrou a sua comunicação nos seguintes  pontos:

– Maioria absoluta do PS versus poder absoluto: A tentativa de limitação da intervenção dos Vereadores da CDU.

Sobre a tentativa de limitação da intervenção dos Vereadores da CDU, ver artigo e filme que referimos abaixo em Artigos Relacionados. Nota ainda para a disponibilização dos documentos para aprovação apenas 48 horas antes da respetiva reunião de Câmara…

– Três meses de mandato autárquico – Três anos de atraso na aprovação das atas.

Sobre este atraso incomportável de 3 anos na aprovação das atas, motivado pela insuficiência de meios técnicos e humanos, a solução encontrada pelo Executivo foi obrigar a que todas as intervenções devam ser entregues por escrito para constarem na respetiva ata. É ridículo e, como diria alguém, certamente irrevogável.

– Odivelas – Um concelho Adiado

A contração orçamental para 2014 e o modelo privatizador do Executivo do PS. Os arrendamentos de instalações em 2014 de 1Milhão e 100 Mil euros. A Parceria Público Privada e os 2 Milhões de euros de rendas em 2014.

– Pacote Autárquico Fiscal

Aumento da receita de IMI para 2014 na ordem dos 4% e a taxa Municipal dos Direitos de Passagem.

– Educação – a falsa joia da coroa

Orçamento para a área de educação em construção ou remodelação é igual a zero. A EB1/JI de Caneças um caso paradigmático da propaganda e promessas eleitorais.

– Área social – quando o discurso não cola com a realidade

As migalhas como apoios às instituições sociais. O PAESO na gaveta desde 2012. Programas de apoio ao Associativismo Suspensos. O atraso no pagamento de encargos assumidos como o caso do apoio financeiro para a construção do Centro Comunitário e Paroquial de Famões que deveria ter sido pago em 2011 e foi liquidado recentemente.

– Desinvestimento no Associativismo cultural, recreativo e desportivo

Suspensão dos programas de apoio às Associações Juvenis, Culturais e Desportivas. Encargos devidos e não pagos às Associações de Bombeiros.

– Municipália: o falhanço do modelo de gestão

Acumulação de prejuízos ano após ano. Municipália insustentável e inviável nos termos da legislação em vigor. 1 Milhão de euros/ano a que se soma a cobertura dos prejuízos cujo total já ascende a 885.275 euros. O Pavilhão Multiusos e o complexo do Odivelas Futebol Clube.

– CDU – uma ação voltada para o futuro

(1)    Documento da Conferência de Imprensa da CDU

Comments are closed.