breaking news

Portugal: terceiro na lista dos países mais premiados com Jackpots

Julho 1st, 2015 | by Odv

As estatísticas comprovam: nenhum outro europeu investe mais dinheiro no EuroMilhões como os portugueses. Sessenta e quatro por cento dos lusitanos adultos jogam no loto mais popular da Europa. Portugal é o país participante que tem a maior proporção de vencedores em relação ao baixo número de participantes, ocupando o quarto lugar em vendas, o terceiro na lista dos países mais premiados com Jackpots e o detentor do maior prémio alguma vez atribuído, no valor de 190 milhões de euros.

Desde que chegou a Portugal, o EuroMilhões gozou de sucesso imediato. Contudo, apesar de ser a lotaria preferida dos portugueses, é possível que existam pessoas que desconheçam a história e regras do concurso. Conseguir um prémio que transforme as suas vidas é objetivo comum entre praticamente todos os apostadores. Desde uma embarcação com estilo à velha guarda até um palacete em meio à natureza que remota ao iluminismo, existem muitos luxos de que se pode tirar partido após ser contemplado com uma soma astronómica e transformar-se num excêntrico.

Se quiser dizer adeus a uma boa parte da sua mais recente fortuna, gastando-a em um iate, o Meteor é o certo para si. A embarcação, de três velas com um grande salão com lareira e uma biblioteca, está avaliada em €40 milhões. A quantia que está em jogo no sorteio do EuroMilhões desta terça-feira, dia 14 de julho, seria suficiente para comprar um Bugatti Veyron 16.4 Grand Sport Vitesse. Por 2,5 milhões de euros você tem a oportunidade de ser proprietário deste super carro que atinge os 410Km/h.

Ao contrário do que poderia pensar, os hotéis mais caros do mundo não ficam nem nas Seychelles ou nas Maldivas. Estes destinos exóticos não estão nem perto dos 50 mil euros por noite que tem de desembolsar para dormir na Royal Penthouse Suite do Hotel President Wilson em Genebra, na Suíça. Outra opção, que pode resultar em uma experiência atrativa, é alojar-se na suite Maharajah’s Pavillion, no Raj Palace Hotel, onde cada noite custa 34 mil euros. Se sua volta ao mundo inclui Estados Unidos, o Four Seasons Hotel, em Nova Iorque, oferece uma hospedagem espetacular, com vista sobre a cidade que nunca dorme, por apenas 28 mil euros a diária.

O Palácio Vila Garcia, em Belém, com meio hectare e data do século XVIII, pode ser seu por 5,5 milhões de euros. No Alentejo, em Évora, são mais 5 milhões para o Palácio dos Condes, uma propriedade que também data do século XVIII, com três edifícios, jardim e piscina. O investimento imobiliário se conclui com um solar nas encostas do Douro. Aqui a oferta é variada. Uma quinta em Castelo de Paiva pode custar €6 milhões.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *