breaking news

Protestos contra o governo são vistos em Lisboa

Julho 1st, 2015 | by Odv

portugal

As políticas públicas que fizeram Portugal começar a superar a forte crise económica mundial – e vem atolando num lodo sem fim a Grécia, por exemplo – podem fazer com que o país volte a crescer, a longo prazo. Mas também recebem algumas críticas da população, como aconteceu nesta quarta feira, em Lisboa.

Quase 5 mil pessoas reuniram-se em frente ao parlamento da capital, pedindo uma mudança radical no governo e o fim das políticas austeras, quase 2 meses antes das eleições. A CGTP convocou o protesto e reivindicou uma mudança de rumo a fim de conseguir um desenvolvimento económico e uma defesa mais contundente dos salários dos trabalhadores lusos.

Lembrando que desde 2011, quando Portugal esteve a beira do abismo económico, o governo tomou uma série de medidas drásticas e necessárias para que não se vivesse pro aqui algo parecido com o que vive o povo grego atualmente. Por causa delas, ocorreram muitos cortes de gastos em todos os níveis governamentais.

Medidas duras que a longo prazo se mostraram acertadas. Portugal já devolve grandes quantias aos bancos que emprestaram dinheiro no pior momento vivido e o país segue recuperando-se. O custo social, no entanto, é muito grande e a classe trabalhadora só consegue enxergar uma possibilidade de ascender socialmente, através de prémios como a da lotaria de verão espanhola, por exemplo.

portugal2

Numa briga onde todos têm uma parcela de razão, os manifestantes ainda fizeram queixas sobre o que chamaram de “privatização” dos serviços públicos, além do retorno das 35 horas semanais de trabalho no serviço governamental, ao contrário das 40 horas atuais.

O social democrata Pedro Passos Coelho, de 50 anos e natural de Coimbra, luta pelo segundo mandato no final do ano, e terá como adversário o candidato socialista lisboeta António Costa, de 54 anos.

 

Comments are closed.