breaking news

Odivelas – O CAC vive um Momento Difícil

Novembro 25th, 2015 | by Antonio Tavares
Odivelas – O CAC vive um Momento Difícil
Desporto
0

Um grupo de Sócios e ex-Dirigentes do CAC colocou uma queixa na Procuradoria Geral da República que por sua vez encaminhou o processo para o Ministério Público. Neste processo são apresentados uma serie de factos que põem em causa a gestão do CAC ao tempo liderada por Vitor Cacito como Presidente.   CAC

Na verdade neste momento o  Clube Atlético e Cultural (CAC) atravessa um momento muito difícil, que alguns comparam ao que aconteceu ao Odivelas Futebol Clube, mas o seu atual Presidente, Henrique Marques, que termina o seu mandato em principios de 2016, mantém uma vontade imensa de dar a volta aos problemas e relançar o CAC no caminho de glórias do passado que fez do Clube o orgulho dos seus associados e uma referência regional e nacional.

Tentámos ouvir vários intervenientes diretos que são parte da solução. São três as entrevistas que apresentamos nomeadamente com o Grupo de Sócios e Ex-Dirigentes que elaborou o processo que agora corre no Ministério Púbico, o atual Presidente, Henrique Marques e o Vereador da Câmara Municipal de Odivelas, Paulo César Teixeira. Gostaríamos que o Presidente da Junta de Freguesia de Carnide tivesse aceite prestar declarações mas, contrariamente ao que era esperado de um eleito da CDU, recusou. Convidámos Vitor Cacito para uma entrevista sobre o momento do CAC em que pelo menos tivesse oportunidade de contar a sua versão dos factos mas recusou.

Assim e convictos que tudo fizemos para construir um dossier sobre o CAC o mais esclarecedor e transparente para todos os Cidadãos, deixamos para Vossa apreciação as três peças em vídeo que, sem edição, são agora disponibilizadas em simultâneo sendo que, nenhum dos entrevistados teve conhecimento até hoje, nesta publicação, do que havia sido dito às nossas câmaras nas outras entrevistas.

O Grupo de Sócios e Ex-Dirigentes

O Atual Presidente do CAC – Henrique Marques

O Vereador da CMO – Paulo César Teixeira

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *