breaking news

Câmara de Odivelas Divulga estratégia para 2015 com atraso de um ano

Fevereiro 11th, 2016 | by Antonio Tavares
Câmara de Odivelas  Divulga estratégia para 2015 com atraso de um ano
Politica
0

Despacho do Presidente da Câmara Municipal de Odivelas precisou de 3 meses para correr a internet ORC2016-JMPignatelli20151201

José Maria Pignatelli, deputado municipal do CDS-PP, disse ter ficado surpreendido com com uma resolução do Presidente da Câmara Municipal de Odivelas, dada pelo seu Despacho (o número 86 do ano passado) que estabelece os “Objectivos Estratégicos para 2015”, já que só foi conhecido na última semana do ano, quase três meses depois da data inscrita, dia 01 de Outubro de 2015.

O autarca centrista não hesita em considerar que o Presidente “procurou apresentar o trabalho que devia ter sido feito pela sua antecessora, correndo atrás do prejuízo”, mas estranha que o seu despacho “tenha precisado de 3 meses para chegar ao conhecimento de todos quanto trabalham no Município”, ou seja “admiro-me com esta tremenda lentidão da internet”. E sublinhou que “é caricato que os objectivos para 2015 sejam conhecidos na última semana do ano” e que se apresentem “num documento que mais não é que o resumo, do resumo da actividade da Câmara e dos muitos projectos que transitam das Grandes Opções do Plano de 2015 para 2016”.

Para José Maria Pignatelli, impõe-se perguntar, “para que deveria servir este Despacho?

E explica: “Estamos perante o primeiro documento que tem de ser produzido em cada período de avaliação de desempenho quer dos trabalhadores, quer dos serviços. Depois dele, surgirão ainda os objectivos dos serviços e dirigentes e só, finalmente, os objectivos dos trabalhadores”.

Vamos no bom caminho

A verdade é que neste momento vivemos o período de avaliação 2015/2016”, continua os esclarecimentos, salientando que, desde 2013, “os períodos de avaliação deixaram de coincidir com o ano civil e passaram a coincidir com um biénio, pelo que tivemos 2013/2014 e agora temos 2015/2016”.

Ora – sublinha o autarca – para a primeira metade do período de avaliação sabe-se agora, no seu ocaso, o que quer fazer a Câmara Municipal”. E volta a interrogar-se: ”Será que saberemos o que pretende fazer na segunda metade, também só no final de 2016?

Para o deputado do CDS-PP, estamos no final do mês de Janeiro de 2016, “em última apreciação no momento mais do que apropriado para que a presidência remeta o despacho para definir os objectivos estratégicos para 2016, ao invés do que aconteceu”.

Presidente emenda a mão no mesmo dia

Entretanto, três dias depois, os serviços do Município de Odivelas receberam os Objectivos Estratégicos para 2016 e, curiosamente, com data de 21 de Janeiro, a mesma em que se realizou a Assembleia Municipal, onde o deputado José Maria Pignatelli levantou a questão relativa ao atraso de um ano sobre a divulgação dos mesmos objectivos para o ano passado.

Sobre a coincidência, o autarca não hesita, parafraseando um amigo: “Muitas vezes quem anda na política tem quebras de ânimo por ter o entendimento de que ‘anda a pregar no deserto’ e, por vezes sentimo-nos sozinhos”, adiantando que “contudo de volta e meia, apercebemo-nos que até conseguimos alterar o tal metro quadrado que nos rodeia – arriscava dizer ‘o tal quilómetro quadrado que nos rodeia’”.

O deputado centrista conclui: “Hoje, contento-me pelo resultado da minha iniciativa, o Presidente da Câmara assinou o Despacho n.º 008/PRES/2016 com os Objectivos Estratégicos para o ano em curso”.

Comments are closed.