breaking news

Odivelas – Ruído, Plano de Ação e o Ineficiente Fluxo de Informação

Abril 29th, 2016 | by Antonio Tavares

A propósito do Mapa de Ruído apresentado na Assembleia Municipal de Odivelas de 7 de Abril p.p., as respostas do Vereador do Ambiente, José Esteves, do Vice-Presidente Paulo César Teixeira, o pedido de esclarecimento do deputado Painho Ferreira da CDU e a declaração de voto de José Maria Pignatelli do CDS-PP.

O Mapa de Ruído, o Futuro Plano de Ação e o Ineficiente Fluxo de Informação

Na verdade, o ponto 1 da Ordem de Trabalhos falava em “Proposta de Aprovação de Mapas Estratégicos de Ruído de Odivelas” mas, a apresentação dos técnicos do IST mencionava as duas etapas – “Mapa de Ruído e Plano de Ação” e aqui, começou uma confusão que só depois destas respostas dos membros do executivo da CMO veio a ser sanada. Os esclarecimentos sobre o futuro Plano de Ação, cujo esboço pronto para o inicio da discussão estará disponível até ao final do primeiro semestre (José Esteves) e a forma como irá ser implementado são também pontos importantes que ficam para memória futura. Quanto ao fluxo de informação e como refere J.M. Pignatelli está mesmo em causa e, este é um exemplo concreto em que a informação chegou à AMO em Janeiro e só foi enviada aos Deputados quando o assunto foi agendado para a Sessão da AMO (meses depois).

Fica a ideia de que a informação poderia ser enviada aos Deputados logo que é recebida do Executivo dando assim, entre outras vantagens, o tempo necessário para os representantes estudarem os documentos e ainda, antes do ponto ser agendado, colocarem questões aos respetivos Vereadores. Exercia assim a Assembleia o seu poder de Fiscalização e as Sessões seriam muito mais produtivas e com menos confusões.    

Nota: O vídeo com o plano do Vereador José Esteves está altamente prejudicado pelos vários objetos que estão em primeiro plano e pela publicidade consequente a marcas de água. Fica a “queixa” aos responsáveis de imagem da CMO e o pedido para que os membros do Executivo tenham o cuidado de afastar da sua frente os objetos que prejudicam a sua imagem.

One Comment

  1. Maria Madalena Pinto Homem e Sousa says:

    Só espero que o Mapa de Ruído do concelho de Odivelas proíba o despejo dos eco-pontos às 6,50 horas – como ainda hoje aconteceu – que acorda todos os que têm o quarto virado para o início da rua Alfredo Roque Gameiro. O descanso/sono é um direito de qualquer cidadão – é por isso que existe uma “Lei do Ruído” que, em Odivelas, não é cumprida, apesar das várias queixas já apresentadas por mim.