breaking news

Odivelas – As Receitas do CAC com o Protocolo do Sporting SAD

Maio 20th, 2016 | by Antonio Tavares
Odivelas – As Receitas do CAC com o Protocolo do Sporting SAD
Desporto
0

O Protocolo (abaixo em formato PDF), que o CAC da Pontinha celebrou em 2015 com o Sporting SAD, garante aos cofres do CAC 20.000 euros por época pagos no mês de Setembro de cada ano e para além destes valores haverá que considerar os 26.500 euros pelos direitos do jogador Luís Eloy. Assim até à data e desde 2015, o CAC da Pontinha recebeu do Sporting SAD,  26.500 euros, mais 20.000 euros + IVA em Setembro de 2015 e receberá em Setembro de 2016 mais 20.000 euros + IVA. Estes são valores garantidos pelo protocolo e que obviamente deverão constar nas contas do CAC da Pontinha em 2015.

Aproveitamos para também anexar abaixo alguns dos regulamentos que estipulavam a obrigatoriedade do pagamento de inscrições e mensalidades bem como dos equipamentos, ao tempo em que Vitor Cacito era Presidente do CAC da Pontinha. Desta forma fica comprovado um conjunto de valores que os Pais dos atletas pagavam como consta no artigo anterior “CAC da Pontinha pois… É só Fazer as Contas”. Isto claro para além de todas as viagens e custos com deslocações a torneios que os Pais pagavam e que deverão constar nas receitas do Clube.

Já que falamos de valores convirá relembrar que a Direção que deixou o CAC da Pontinha em 2008, Presidida por Ilídio António, deixou um saldo positivo superior a 50.000 euros que, segundo o memorando dos sócios, Processo no Tribunal de Loures, não foi refletido no Relatório e Contas do Clube apresentado aos Sócios na Assembleia Geral seguinte para apresentação de contas (primeira direção de Vitor Cacito).

Ao que o “Odivelas.com” apurou, está prevista para breve uma Assembleia Geral do CAC para revisão dos Estatutos e, pasme-se, que tudo isto acontece  a poucos dias da apresentação de contas e do Ato Eleitoral e, pasme-se também, que o Poder Local sabendo que a Direção atual é irregular em face dos estatutos do Clube e que está em causa o regular funcionamento do Clube CAC da Pontinha, assiste passivamente e nem a prerrogativa da auditoria às contas exerce.

Aproveitamos para adicionar mais duas provas (para além da direção irregular) do irregular funcionamento do CAC da Pontinha de acordo com os seus estatutos:

a) Artigo 20º nº2 – A Assembleia Geral reunir-se-á ordinariamente até ao dia 15 do mês de Fevereiro de cada ano, para apresentação e votação do relatório e contas do ano anterior e parecer do Conselho Fiscal, e ainda para eleição dos novos corpos gerentes, sendo caso disso.

b) Artigo 57º – 1. Os membros dos Corpos Gerentes não podem, nem diretamente, nem por interposta pessoa, fazer fornecimentos ou negociar com o Clube.

2. O disposto no número anterior aplica-se igualmente às sociedades ou empresas em que aqueles elementos sejam interessados.

Protocolo Sporting/CAC em formato PDF

Regulamento Futebol Feminino em formato PDF

Regulamento Iniciados/Juvenis em formato PDF

 

 

Comments are closed.