breaking news

Escola Eça de Queiroz – A Sala de Multideficiencia

Escola Eça de Queiroz – A Sala de Multideficiencia

Junho 15th, 2016
Politica

Odivelas: Escola Eça de Queirós vai continuar a ter turma mista

No próximo ano lectivo vai manter-se pelo menos uma turma mista na Escola Básica Eça de Queirós em território da União de Freguesias Ramada e Caneças. Essa foi uma garantia dada pelo Presidente da Câmara de Odivelas na última Assembleia Municipal, após ser questionado pela deputada Lúcia Lemos, a independente eleita pela CDU. Aliás, a autarca fê-lo na sequência de uma intervenção do engº Pedro Dias Mateus, membro da associação de Pais da escola do Bairro de São Jorge, na sessão daquela Assembleia Municipal do passado dia 19 de Maio, onde o presidente da Câmara foi substituído pelo seu vice, o vereador Paulo César.

Recorde que a escola em causa é recente, mas apenas dispõe de 2 salas de Jardim-de-Infância e 4 salas de 1º Ciclo. E das quatro salas de aula, três funcionam para alunos do 1º ao 4º ano e a outra destina-se à Unidade Especializada para Apoio à Inclusão de Alunos com Multideficiência e Surdo cegueira Congénita que transitou há dois anos da também nova escola dos Apréstimos.

Pior: o engº Pedro Mateus, na sua intervenção enquanto munícipe e encarregado de educação de um discente daquele estabelecimento de ensino, afirmou “tratar-se de uma escola que não dispõe de condições de acessibilidade nas suas instalações, que permitam a sua utilização por crianças com mobilidade condicionada, pelo que não observa o disposto no Decreto-Lei nº163/2006, de 8 de Agosto”, salientando que a escola básica de Casal dos Apréstimos, que pertencente ao mesmo agrupamento, “foi construída de raiz dispondo das referidas condições de acessibilidade e mobilidade, mas que no entanto a política de gestão do agrupamento tem sido de manter a referida unidade de Alunos com Multideficiência na escola básica Eça de Queirós, pelo facto de se tratar de uma escola de menor dimensão”.

Para aquele encarregado de educação, “esta opção apesar de ser compreensível, dá origem à necessidade de criação de turmas mistas na escola Eça de Queirós, uma vez que das 4 salas dimensionadas para o 1º Ciclo, apenas 3 estão disponíveis, sendo a restante destinada à unidade de Multideficiência”.

A situação já se verifica desde que o equipamento começou a funcionar mesmo após várias iniciativas da Associação de Pais junto da direção do agrupamento, não se tendo verificado nenhuma alteração até então. Pedro Mateus esclareceu que a Associação de Pais “foi recentemente informada que as turmas para o próximo ano letivo 2016/2017, serão preparadas no modelo, uma turma de 1ºAno completo; uma segunda turma de 2ºAno completo e uma terceira de 4ºAno e 1ºAno esta última com alunos mais velhos que transitaram do jardim-de-infância”.

Aquele pai lembrou que é “do conhecimento técnico e científico, e igualmente do senso comum em geral, não são as condições de aprendizagem desejáveis, por muito empenho e qualidade do professor titular, e mesmo que sejam afetos outros recursos humanos para apoio educativo”, realçando que esta situação é incompreensível “uma vez que até no interior do país, a política do ensino público foi formar agrupamentos no sentido de eliminar turmas mistas”.

Comments are closed.