breaking news

A JP ODIVELAS e a Rentrée do CDS em Oliveira do Bairro

Setembro 20th, 2016 | by Antonio Tavares
A JP ODIVELAS e a Rentrée do CDS em Oliveira do Bairro
Politica
0

Recebemos da JP – Juventude Popular de Odivelas, o seguinte comunicado:

“A Juventude Popular de Odivelas partiu de Lisboa em direcção à Grande Festa Comício da Rentrée do CDS em Oliveira do Bairro, no passado dia 10 de Setembro. O Distrito de Lisboa da Juventude Popular encheu 5 autocarros em direcção a este evento inédito realizado ao ar livre com porco no espeto a cerca de 250 Km de Lisboa no Distrito de Aveiro. A Rentrée do CDS contou com cerca de 3 mil pessoas, entre dirigentes, militantes e simpatizantes, verificando-se uma enchente nunca conhecida na freguesia do Troviscal. O local escolhido para o evento prende-se com a posta clara do Direcção Nacional do CDS em vencer a autarquia de Oliveiro do Bairro nas Autárquicas de 2017. Discursaram o presidente da JP, o presidente da Distrital de Aveiro do CDS, o deputado da AR pelo CDS do Distrito de Aveiro e claro, a líder do CDS, Prof.ª Assunção Cristas. Num discurso longo onde avaliou as propostas do Governo das Esquerdas unidas para o Orçamento de Estado de Outubro de 2016, a Prof.ª Assunção Cristas lançou o mote para a sua candidatura à Presidência da Câmara Municipal de Lisboa em Outubro de 2017 dando o seu exemplo de pessoal de exigência e sacrifício em prol do Partido, sublinhando que se trata de um projecto coeso, forte, mobilizador, de grande escala e com futuro.”Estou confiante que o nosso Partido tem as melhores ideias e as melhores propostas para o desafio autárquico de 2017”, lembrou na convicção de que o CDS vai em número de Câmaras, tendo actualmente 5 Executivos sem Coligação com o PSD- são elas Ponte de Lima, Albergaria- a- Velha e Vale de Cambra, Velas (em São Jorge- Açores) e Santana (na ilha da Madeira).

Sobre Lisboa, a Candidata do CDS à CM Lisboa recordou que foi a Cidade onde cresceu, onde estudou e onde começou a trabalhar. “Tenho o vento de Lisboa colado à minha pele e a água do Tejo colada à minha alma” assim terminando o seu discurso na Rentreé do CDS 2017.”

Comments are closed.