breaking news

Odivelas – CAC, A Crónica dos Últimos Dias

Novembro 11th, 2016 | by Antonio Tavares
Odivelas – CAC, A Crónica dos Últimos Dias
Desporto
0

Está marcada para hoje, dia 11 de Novembro, Sexta-feira, aquela que será provavelmente a última Assembleia Geral do CAC da Pontinha, se é que haverá condições para que se realize dentro do que estipula a Lei Geral e os Estatutos do Clube…

Os Sinais

Na próxima quarta-feira, 16 de Novembro, terá lugar mais uma sessão no tribunal de Loures onde poderá ser declarada a insolvência do Clube e, o processo contra o CAC que corre no tribunal de Sintra, interposto por um pai de um atleta, já tem a primeira sessão do julgamento marcada. Entretanto decorrem as audições pelo MP referente ao processo colocado pelos sócios do Clube em que são visados dirigentes do CAC desde o ano de 2008. Da resolução do contrato programa que a Câmara Municipal de Lisboa (CML) votou por unanimidade e que obriga o CAC ao pagamento dos 109.500,00 chega-nos a informação que a assinatura do plano de pagamentos da divida ainda não está concretizada por exigências da CML que o CAC ainda não conseguiu satisfazer.

No site do Clube, a lista dos Órgãos Sociais 2016-2018 http://www.clubeatleticocultural.com/corpos-gerentes/corpos-gerentes-bienio-2016-2018/ apresenta pelo menos dois nomes que, segundo os sócios, não foram apresentados como fazendo parte da lista votada em Assembleia Geral – Júlio Monteiro, Vice-Presidente Administrativo e Paulo Gonçalves, primeiro suplente do Conselho Fiscal.

A Cor do Dinheiro

Obviamente que é por erros de gestão que o CAC chega à atual situação e, como já escrevemos antes, muitos dos atuais dirigentes eram parte dos Órgãos Sociais que ao longo do tempo tomaram as decisões que, agora, alguns tentam desresponsabilizar culpando unicamente Vitor Cacito. Direção, Conselho Fiscal e Presidente da Assembleia Geral são solidários na responsabilidade pelas decisões de gestão do Clube – uns executando e outros caucionando as decisões.

Os Pesos e as Medidas

É dentro deste quadro de um futuro muito negro, com um corredor de opções muito estreito que nos surge este exercício básico que deixamos à Vossa consideração:

Como é possível um Clube como o CAC que nos últimos tempos recebeu Vinte Mil euros do Sporting (1) e Quinze Mil euros do Belenenses (2) portanto, Trinta e Cinco Mil euros, manter uma dívida de Noventa euros para com a empresa da Pontinha, Santinho e Herdeiros que a mesma vem reclamando? Documento da dívida

E como compreender que um Clube que no último mês recebeu do exterior 35.000,00 euros, não seja capaz de estabelecer acordos de pagamento nas várias frentes assegurando o futuro do Clube? Ou a rota definida não passa por um CAC com futuro?

O PCP/CDU de Carnide Deixa Morrer “Os Escorpiões”

Curioso que a CDU que comanda a JF de Carnide. sob a direção de Fábio Sousa. seja também uma das presenças anunciadas nesta Assembleia Geral do CAC e fico perplexo que a CDU que condenou à morte um clube da sua Freguesia “Os Escorpiões”, que foi obrigado a eliminar toda atividade que envolvia dezenas de jovens no Futsal por uma dívida de 5.000 (cinco mil) euros, venha agora tentar ficar bem na fotografia em relação a um Clube da Pontinha que ao que parece lhe merece mais atenção que os Clubes da sua Freguesia de Carnide. “Os Escorpiões” estão sem atividade desportiva mas isso não parece preocupar Fábio Sousa e a CDU.

A Futebol Politique

É com alguma tristeza que ficamos expectantes perante os resultados de uma Assembleia Geral do CAC em que são feitos convites à presença de autarcas e amigos do Clube para além dos Sócios terminando depois numa castanhada com pompa e circunstancia. É mais uma vez o CAC a fazer história mas, no mau sentido e, muito me irá espantar, se os autarcas em causa aceitarem o convite para fazerem companhia às castanhas.

Porque Não Estarei Presente

Em primeiro lugar estranho o convite que recebi por email para estar presente e colocar todas as questões. Nunca até hoje a Direção ou o Presidente da Assembleia Geral, sentiram a necessidade de realizarem uma Conferência de Imprensa para esclarecerem os Jornalistas, os Sócios e os Cidadãos, sobre a situação do Clube. Em devido tempo até eu próprio sugeri que faria sentido um Encontro no salão da JF da Pontinha para se ouvir e trocar ideias sobre a situação do CAC.

Para uma Conferência de Imprensa na sede do CAC na Pontinha ou no Salão da JF da Pontinha, onde os Jornalistas possam colocar todas as questões estarei sempre disponível. Para festas comício com aproveitamentos políticos de efeitos duvidosos, nunca.


(1) Protocolo com direitos sobre os jogadores de Formação do CAC

(2) Contrapartida para “esquecer” o caso das jogadoras do futebol feminino que saíram do CAC para o Belenenses

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *