breaking news

Odivelas: Câmara realojou 40 famílias em 4 anos

Julho 23rd, 2017 | by José Maria Pignatelli
Odivelas: Câmara realojou 40 famílias em 4 anos
Noticias
0

A Câmara Municipal anunciou o realojamento de 40 famílias durante o mandato de 2013-2017. Metade destas famílias residiam num dos bairros mais deprimidos do concelho e da Área Metropolitana de Lisboa, o Bairro do Barruncho, na Póvoa de Santo Adrião, onde falta quase tudo.

A autarquia revelou que gastou aproximadamente 500 mil euros na reabilitação das habitações propriedade do município, sem contudo precisar o número de fogos restaurados em que locais e inclusivamente o motivo de tais intervenções.

Do lado da Câmara Municipal, nem uma palavra sobre o futuro das mais de 90 famílias que vivem no Barruncho, nem sobre a previsão da irradicação das barracas no concelho de Odivelas, bem como a propósito da restauração de um edifício na Quinta das Pretas com três pisos, que se encontra emparedado. Aliás o Executivo camarário insiste no despropósito em reabilitar o imóvel em virtude do custo/benefício já que se tratam de fogos com a tipologia T1.

Recorde-se que a habitação social é da responsabilidade de uma das vereações do PSD que apoia a governação do PS, desde sempre, principalmente após as primeiras eleições no município, em 2001.

Presentemente existem 399 em posse do município e existem mais de trezentas famílias em espera por uma habitação social, isto para além das 90 famílias que ainda vivem no Barruncho. 

Em anexo, publica-se um ficheiro contendo a resposta da Câmara Municipal sobre o número de fogos que se encontram sob gestão municipal e em que condições. O documento data de 6 de Junho do ano passado (2016). E ficamos com a percepção que a este nível o município de Odivelas com 18 anos está longe de atingir a maioridade tantas vezes referida como um dado positivo pela governação<o da Câmara Municipal de Odivelas liderada pelo presidente interino Hugo Martins que é agora candidato à presidência da autarquia nas próximas eleições de 1 de Outubro. – por José Maria Pignatelli

Resposta da CMO – Habitação Social em formato PDF

Comments are closed.